Passei a vida a correr contra o vento.

Desde miúdo sinto o desafio do impossível.

Cresci a criar aventuras, situações insólitas, originais.

A tentar muito.

A persistir.

A errar várias vezes.

A superar-me outras quantas.

Aprendi a cair e a levantar-me sózinho

A ver como e quão depressa me erguia.

A vida trouxe-me outros desafios, diferentes obstáculos.

Tentei aceitá-los com um sorriso e enfrenta-los como uma nova aventura.

Fui trilhando o meu caminho com a alma daquele miúdo para quem não havia impossíveis.

É essa alma que quero transmitir.

A que me fez aprender, lutar e superar.

É de coração aberto que a partilho.


Chegou o momento de correr a favor do vento.

_edited.jpg